Sobre a fazenda

Quais vitaminas estão contidas nas uvas e é possível oferecê-las a crianças e mulheres grávidas?

Muitos de nós amamos uvas. Este fruto pode ser usado tanto fresco e feito a partir dele vinho, bebidas de frutas, sucos, conservas, compotas. Mas quais vitaminas estão contidas na fruta? Posso usá-lo durante a amamentação? Dar para crianças e grávidas? Por que Vamos falar sobre seus danos, benefícios e efeitos no corpo.

A composição e valor nutricional das uvas

Vamos considerar mais detalhadamente quais substâncias, vitaminas e oligoelementos estão contidos nas bagas da uva.

Composição vitamínica

A composição vitamínica (em 100 g) é a seguinte:

  • C (ácido ascórbico) (6000 µg.) - ajuda o sistema imunológico no combate a doenças e vírus, diminui significativamente o envelhecimento, melhora a condição dos vasos sanguíneos, células da pele, sistema nervoso, metabolismo, reduz os níveis de colesterol no sangue, promove a eliminação de metais pesados ​​e compostos tóxicos do corpo;
  • H (biotina, coenzima R) (1500 mcg.) - melhora o sistema nervoso, a condição da pele, cabelo, ajuda na luta contra o diabetes, no processamento de glicose e queima de gordura no corpo;
  • E (Tocoferol) (400 mcg.) - aumenta o nível de imunidade do corpo, reduz a probabilidade de aterosclerose e doenças do sistema cardiovascular em 30%, ajuda o desenvolvimento de sêmen masculino, reduz o número e profundidade das rugas, melhora a condição da pele, unhas e cabelos;
  • PP (niacina, ácido nicotínico) (300 µg.) - promove a síntese de hemoglobina, o crescimento do tecido, reduz o colesterol ea probabilidade de desenvolver diabetes, enxaqueca, ajuda a equilibrar o nível de vários hormônios no corpo, melhora o funcionamento do fígado, pâncreas;
  • B6 (piridoxina) (90 µg.) - facilita a conversão de aminoácidos, ácidos graxos, glicose, melhora o metabolismo celular, memória, reduz o risco de aterosclerose, ataque cardíaco, miocárdio, doença cardíaca coronária, normaliza o nível de potássio e sódio;
  • B5 (ácido pantotênico) (60 µg.) - reduz o nível de colesterol, o risco de parada cardíaca, normaliza o nível de açúcar no sangue, participa da síntese de importantes para os ácidos do corpo, gordura, metabolismo protéico, facilita a absorção de outras vitaminas;
  • B1 (tiamina) (50 µg.) - indispensável para o trabalho de digestão, sistema nervoso, coração, intestinos, estimula a defesa imunológica, atividade cerebral, melhora a circulação sanguínea, é muito útil para os idosos;
  • B2 (riboflavina, lactoflavina, hepatoflavina, “açúcar amarelo”) (20 µg.) - ajuda a função reprodutiva, melhora a visão, o trabalho do coração, intestinos, glândula tireóide, órgãos urinários, promove o crescimento de cabelo, unhas, facilita a absorção de vitaminas K, B9, B6);
  • A (retinol) (5 µg.) - útil para a formação do esqueleto, dentes e ossos, melhora as funções de proteção das superfícies mucosas, ajuda na formação de proteínas, na luta contra vírus e bactérias, retarda o envelhecimento do corpo;
  • B9 (ácido fólico) (2 µg.) - indispensável na produção de glóbulos vermelhos, normaliza a sua composição, retarda o envelhecimento, ajuda a restaurar células e tecidos do corpo após danos, normalização do metabolismo dos hidratos de carbono e gorduras;
Um gráfico gráfico do conteúdo de vitaminas em 100 g de uvas

Macronutrientes Úteis

Além disso, as bagas contêm tais macronutrientes (em 100 g de delicadeza madura), como:

  • Potássio (225.000 mcg.) - vital para o funcionamento normal das células do corpo, seus sistemas e órgãos, vasos sanguíneos e músculos, ajuda a remover o excesso de fluidos nocivos do corpo, regula o sangue e a pressão arterial, o nível de potássio no corpo;
  • Cálcio (30.000 mcg.) - participa na formação de tecido ósseo, dentes, previne a ocorrência de diabetes e tumores cancerígenos de determinados órgãos, suporta o trabalho do coração, normaliza o nível de sódio;
  • Sódio (26.000 mcg.) - determina a organização adequada do metabolismo de sal de água nos tecidos, melhora o funcionamento dos rins, vasos sanguíneos, músculos, promove a formação de suco gástrico, normaliza o equilíbrio de ácidos e álcalis no organismo;
  • Fósforo (22000 mcg.) - melhora o crescimento de ossos e dentes, divisão celular, produção de energia durante a digestão e assimilação de alimentos, contribui para a normalização do metabolismo, o funcionamento do sistema nervoso, o metabolismo energético;
  • Magnésio (17.000 mcg.) - promove o crescimento de ossos, dentes, recuperação rápida do corpo após estresse, doença, absorção de outros oligoelementos no sangue, remove radionuclídeos, normaliza os níveis de açúcar no sangue e coração;
  • Enxofre (7000 mcg.) - ajuda a formação de tecido ósseo e nervoso, cabelo, unhas, cartilagem, normaliza o metabolismo, equilíbrio de oxigênio, níveis de açúcar no sangue, facilita a assimilação de oligoelementos;
  • Cloro (1000 mcg.) - ajuda a remover os sais do corpo, melhora a digestão, o estado dos glóbulos vermelhos, o fígado, o equilíbrio de álcalis e ácidos no corpo.
As uvas também normalizam a função cardíaca e os níveis de açúcar no sangue.

Quais são os oligoelementos contidos nas bagas

Além disso, as uvas são ricas nos seguintes oligoelementos (100 g de bagas):

  • Cobalto (2000 mcg.) - contribui activamente para a normalização do sistema endócrino, a formação de sangue, microflora intestinal, melhora a produção de glóbulos vermelhos na medula óssea, a condição do cabelo, pele, reduz os níveis de colesterol, contraria o envelhecimento;
  • Ferro (600 mcg.) - participa na formação de sangue e fermentação de proteínas, melhora o metabolismo nas células, contribui para o bom funcionamento do sistema nervoso, glândula tireóide, cérebro, coração;
  • Alumínio (380 mcg.) - contribui para a renovação do tecido ósseo e conjuntivo, epitélio, harmoniza o trabalho do trato gastrointestinal, neutraliza o desenvolvimento de osteoporose, gastrite;
  • Boro (365 mcg.) - Promove ativamente o desenvolvimento e fortalecimento do tecido ósseo e dos vasos sanguíneos, mantém o equilíbrio dos hormônios, converte a vitamina D no organismo;
  • Rubídio (100 microgramas) - estimula o sistema cardiovascular e nervoso, promove o crescimento da pressão arterial;
  • Zinco (91 µg.) - melhora o sistema nervoso, a função reprodutiva, o metabolismo a nível celular, está envolvido na formação de cerca de 300 hormônios e enzimas do corpo;
  • Manganês (90 mcg.) - promove o desenvolvimento celular, assimilação adequada de vitamina B1, cobre e ferro, é necessário para a organização do bom funcionamento da glândula tireóide, o sistema nervoso central, é um antioxidante ativo;
  • Cobre (80 µg.) participa nos processos de oxidação e redução nas células, melhora o funcionamento dos vasos sanguíneos, sistema endócrino, hipófise, promove a produção de hemoglobina, colágeno, suco gástrico.

100 g de bagas tamb cont nuel (16), Silio (12), Flr (12), Vanio (10), Iodo (8), Molibdio (3). Mas acima de tudo nas bagas de potássio e vitamina C.

Os benefícios das uvas brancas e pretas

Existem cerca de 20.000 variedades de uvas no mundo. Existem variedades brancas, vermelhas, pretas e verdes. Quais são as suas características?

  1. A aparência branca ajuda a aliviar rapidamente a fadiga., enche de energia, aumenta o nível de ferro no sangue.
  2. Vermelho tem efeitos antivirais e antibacterianos, O efeito antioxidante desse fruto é 12 vezes maior que o do branco.
  3. A aparência escura é capaz de diminuir o nível de ferro no sangue.É o mais útil de todos os tipos desta planta. Reduz a probabilidade da formação de um câncer, melhora o funcionamento do coração e dos vasos sanguíneos.
  4. O efeito do verde no corpo é semelhante ao efeito do vermelho. Também ele reduz a chance de enxaqueca e facilita o curso da asma brônquica.

Existem variedades sem sementes, como Kish-mish. Eles são muito adequados para fazer passas. Para a produção de vinho é usado em todos os não mais de 140 variedades de uvas.

Diferentes variedades de uvas podem aliviar a fadiga, reduzir os níveis de ferro no sangue e reduzir a enxaqueca.

Benefícios e malefícios durante a gravidez

E agora podemos conversar ou não comer uvas grávidas. Durante a gravidez, as uvas podem ser consumidas, mas com moderação em qualquer trimestre (primeiro, segundo e terceiro). Esta baga é bastante calórica (70 kcal por 100 g), tem um alto teor de glicose e frutose, ajuda a melhorar a coagulação do sangue. Também aumenta a imunidade, ajuda a limpar o fígado de toxinas, promove ganho de peso.

Todas as partes da baga são úteis, no entanto, o consumo excessivo de variedades de frutas de caroço aumenta a pressão sobre o trato gastrointestinal.

Suco de uva com moderação também é muito útil para mulheres grávidas. No dia, bastante escrever 200-250 g de suco (melhor - de manhã).

Consumo excessivo de uvas, especialmente passas, pode levar a fermentação no estômago e inchaço, o que piora a condição do útero. Às vezes, causa aborto espontâneo. Em períodos posteriores, é melhor abandonar o uso de uvas.

As mulheres grávidas podem comer não só bagas, mas também bebem suco

Uma baga deve ser excluída da dieta de uma mulher grávida se:

  • Ela tem diabetes (exclui completamente);
  • Ela muitas vezes experimenta colite e enterocolite (excluída completamente);
  • O ganho de peso é muito grande, dificultando a vaginação (exclui, em média, termo tardio);
  • Uma reação alérgica à baga (um produto altamente alergênico) foi relatada.

As uvas também são úteis para a fruta que está sendo colhida porque:

  • Ajuda a desenvolver tecidos, sistemas e órgãos fetais;
  • Reduz o risco de formação inadequada do sistema visual e nervoso do feto;
  • Promove o desenvolvimento do conjunto de genes e esqueleto corretos.

A ingestão de frutas é permitida pelo menos algumas horas antes de a gestante tomar seus medicamentos. A enzima resveratrol contida nas bagas é capaz de quebrar algumas drogas para um estado de toxicidade. Vale lembrar que consumo excessivo de uva pode causar alergias congênitas no feto e seus componentes na criança.

Benefícios para as crianças e quantos meses para dar

Quantos meses você pode dar a uma criança de uvas? Vamos descobrir! Até mesmo o médico grego antigo Hipócrates argumentou que a composição das uvas é idêntica à composição do leite materno feminino. As uvas são muitas vezes incluídas na dieta das crianças como um agente dietético, pois é rico em açúcares, ácidos de origem orgânica (málico, succínico, cítrico, oxálico). Melhoram a qualidade do suco gástrico, previnem a formação de cálculos nos rins, não oxidam o sangue, melhoram o apetite e restauram rapidamente a força da criança.

A principal desvantagem das uvas é a impossibilidade de sua completa eliminação de formações fúngicas e leveduriformes das bagas, mesmo com o enxágue mais completo. Comer variedades negras pode levar a enxaquecas.

A criança deve ser ensinada a comer uvas, começando com um ano de idade com algumas bagas por dia. Deve-se tomar cuidado para que ele não engasgue e não inale a pequena fruta.

As uvas podem ser dadas a uma criança já por ano, observando sua reação à fruta.. Quanto dar por uma mamada? A taxa nessa idade é de algumas pequenas bagas por dia. Se após um mês não aparecerem reacções, a dose pode ser aumentada.

Dar uvas a crianças é possível de 1 ano

É possível as mães de uvas durante a amamentação (gv)

Os especialistas não conseguiram dar uma resposta definitiva a essa questão. Se uma mãe que amamenta não tem leite suficiente, a fruta pode ajudar a secreção (especialmente variedades vermelhas e verdes). Além disso, as uvas são úteis para a depressão, anemia (algumas variedades), insônia. No entanto comer bagas pode contribuir para cólica, agravamento da úlcera péptica, diarréia, exacerbação da obesidade. Uma enfermeira é melhor não comer a fruta até que a criança amamentada tenha 3-4 meses de idade.

Com o uso excessivo da mãe pode causar disbiose intestinal.

Quando lactação lactante é útil introduzir as uvas em sua dieta, começando com seu suco, diluído com água em partes iguais. Tomando o suco em guv, é necessário monitorar a reação do corpo do recém-nascido, que pode apresentar cólicas, alergias. Mãe não é recomendado usar mais de 200 g de suco por semana.

Em geral, o valor das uvas para o corpo humano de quase qualquer idade não pode ser superestimado. Esta saborosa e bonita baga é útil tanto para adultos como para crianças. Com algumas doenças e durante a gravidez, deve ser usado com cautela. Vitaminas, aminoácidos e microelementos contidos nas uvas estão ativamente envolvidos em todos os principais processos vitais de todos os sistemas e órgãos de uma pessoa.